ATO CONTRA TRANSPOSIÇÃO DO RIO ITAPANHAÚ

No dia 05/01/2018 o Governador do Estado de São Paulo e Futuro Candidato a Presidência da República, Senhor Geraldo Alckmin, assinou a liberação de 91 milhões para iniciar uma obra de transposição que desde 2015 já vem sendo cogitada. A obra visa retirar 2,5 m3 por segundo (2.500 litros d'água) do Rio Sertãozinho, importante corpo d'água do Rio Itapanhaú. A intenção e retirar 10% da vazão do rio, o que da em média torno de 216 milhões de litros de água por dia. Sem ao menos ter feito estudos sobre os impactos que ira gerar em um dos ecossistemas costeiros mais frágeis que se conhece que é o manguezal. Os estudos foram feitos apenas no local aonde será feito a transposição que é no município de biritiba mirim, e nenhum estudo foi feito no rio Itapanhaú, aonde a água do rio sertãozinho chega. Alem disso, temos a problemática envolvendo a SABESP e ps serviços básicos de distribuição e tratamento de água e esgoto no município que são péssimos. Apenas 53% da população de bertioga tem esgoto tratado e em dias de feriado prolongado e alta temporada falta água nas casas dos moradores, tendo que em vista que a SABESP não da conta de tratar água suficiente para os 400 mil turistas e veranistas que recebemos todos os anos. Durante todo este processo surgiu o MOVIMENTO POPULAR SALVE O RIO ITAPANHAÚ, coletivo que organiza discussões e ações diretas contra a obra de transposição do Rio Sertãozinho. No dia 27/01/2018 unimos forças ao movimento e fomos ate a ponte do Rio Itapanhaú de forma pacífica e organizada, para gritar a nossa indignação contra esta obra que só SABESP E ALCKMIN irão lucrar, eles jantam e a população paga a conta, pois em São Paulo se perde 1.050 bilhões de litros de água tratada diariamente por falta de investimentos em suas redes. É uma conta que não bate. TRANSPOSIÇÃO NÃO É A SOLUÇÃO, FAÇA A MANUTENÇÃO!!! TRANSPOSIÇÃO NÃO!!!! SALVE O RIO ITAPANHAÚ!