Sejam bem-vind@s!

Nesta sexta-feira, 01 de Junho, começou com a gente o novo grupo de anfitriões do Greenwire. Os 17 escolhidos têm a missão de recepcionar e ajudar os novos usuários da plataforma, que chegam com o interesse em fazer parte e entender o trabalho voluntário do Greenpeace.
 

A seleção foi intensa e bastante concorrida, tivemos aproximadamente 100 inscrições -um recorde de pessoas interessadas nesse trabalho. O processo foi feito internamente, e os perfis foram selecionados com base nas respostas enviadas no formulário.
 

Após serem escolhidos, os participantes estiveram no escritório do Greenpeace, em São Paulo, e puderam participar de um encontro para se conhecerem e aperfeiçoarem seus conhecimentos sobre a plataforma.
 

Foram dois dias de muito conhecimento e trocas de experiências, e agora podemos dizer que os novos anfitriões já estão mais do que preparados para lidar com quem chega pela primeira vez no Greenwire.
 

Conheçam o perfil de cada um dos facilitadores:

 

Ariane Nascimento

Me chamo Ariane, curso Direito, tenho formação de apoio escolar indígena, desde os 14 anos de idade sou envolvida com trabalhos voluntários.

Sempre tive um amor profundo pelo Meio ambiente e sou apaixonada por projetos sociais e mobilizações.

Sempre acreditei que somos veículos de mudança e, como tal, podemos conseguir muitas coisas juntos!!


Diogo Viana Grion Velasco

Sou Diogo, faço Mestrado Profissional em Análise e Gestão de Políticas Internacionais, atuo como voluntário do Greenpeace desde 2016, gosto muito da área de meio ambiente e de estudar as múltiplas esferas que envolvem a cooperação internacional.


Flavia Santana

Me chamo Flavia Santana, tenho 22 anos, sou jornalista, fotógrafa, voluntária do Greenpeace e, atualmente, anfitriã! \o/. Sou louca por música, poesia e a natureza (especialmente pelos animaizinhos que vivem nela). Acredito que a nossa união e dedicação podem ajudar as pessoas a serem melhores com o planeta e consigo mesmas.


João Raphael


Adoro andar a pé pela cidade. Desde 2010, trabalho com as questões do Clima, liderando e criando ações com diversas organizações. Em maio de 2015, fui selecionado e treinado pelo Greenpeace, para fazer parte do Programa Multiplicador Solar, com o objetivo de dar visibilidade à energia solar como solução para o Brasil.


Kerlem Carvalho

Oie!! Sou a Kerlem, estudante de Oceanografia e tecnóloga em meio ambiente. Estou no Greenpeace desde 2016 e sou completamente apaixonada pela natureza e pelo trabalho voluntário, atuando também em outros movimentos, acredito que as pessoas podem ser verdadeiramente impactadas pelo trabalho coletivo visando na melhoria do nosso meio e de tudo que nos cerca. Amo a temática de Florestas e Oceanos, em especial a Campanha dos Corais da Amazônia.


Lorena Ferreira

Eu me chamo Lorena, tenho 20 anos, sou estudante de Biologia e amo o que faço! Entrei no Greenpeace há mais ou menos um ano atrás, e vi na organização uma oportunidade de mudar a realidade do local onde moro. Através do meu grupo local posso mobilizar pelas causas que acredito!


Lucas Justino

Olá pessoal, sou o Lucas Justino, técnico em Química e também estudante de Gastronomia, sempre fui apaixonado pelo verde e causas ambientais, acho que foi por isso que o Green chamou minha atenção, gosto muito do trabalho voluntário e o que ele pode fazer e atingir, estou em formação para ser gastrônomo e hoje luto por uma alimentação saudável para todos, hoje faço parte do Greenpeace Recife =D


Marcos Brener

Olá! Sou Marcos, estudante de Direito, Técnico Ambiental, membro do Greenpeace há 3 anos, um dos Facilitadores do grupo local de BH e apaixonado pela minha cidade. Minha motivação pelo voluntariado é de sempre somar em coisas boas e realmente provar que juntos somos mais fortes. :)


Maria Luiza do Nascimento Alves

Me chamo Maria Luisa, e pretendo cursa Direito, desde 16 anos estou envolvida com o trabalho voluntário no Greenpeace, faço parte do grupo local de Manaus , acredito muita que precisamos conscientizar as pessoas, a respeito de como é importante valorizar o meio ambiente, e por isso desenvolvo esse trabalho, pois aqui tenho as ferramentas necessárias.A minha campanha favorita, sem dúvida alguma, e a dos Corais da Amazônia :D Sou apaixonada por esse bioma e acredito que ele deve ser protegido. Gosto muito de cinema, minha saga favorita da vida é Star Wars :D ❤....Obrigada quem leu até o final, hahah.


Myrthes Torres Soares

Meu nome é Myrthes, sou formada como técnica em violão erudito. Atualmente, estudo ciências ambientais, porém, pretendo refazer o ENEM para ingressar na área da saúde (provavelmente em medicina). Em 2017 iniciei minha jornada no Greenpeace, mas sempre acompanhei o mesmo através de redes sociais. Adoro a temática dos Corais da Amazônia, e sou apaixonada por tecnologia.


Naiana Janaila Lima

Oieee =)
Sou Naiana, tenho 25 anos, sou envolvida com o ativismo desde o início da adolescência, seja qual for a causa sendo boa eu to lá!
Amo a natureza e tudo de lindo que ela nos oferece, mudanças climáticas, mobilização social e florestas me interessam bastante, vamos juntos o planeta? #goplanet


Natália Campos

Ooi, sou a Nati, gaúcha de 21 anos, virginiana, estudante de Biologia Marinha, apaixonada pelo planeta e fascinada pelo mar.  


Natan Batissoco

Sou Natan, faço Licenciatura em Ciências Naturais, amante da natureza desde que me conheço por gente, fascinado pelas florestas e biodiversidade. Para mim a educação é a melhor forma de mudarmos o mundo! <3


Nayanne Guterres

Oiii, me chamo Nayanne.Faço Engenharia Ambiental e sou apaixonada por trabalho voluntário ,pela natureza e questões ligadas à Energia Renovável, mudanças climáticas e Florestas e estou o Greenpeace desde 2016 .


Raquel Arminda

Oi! Sou Raquel, psicóloga e estudante de pedagogia. Acredito no trabalho voluntário como uma ferramenta para mudar a nossa realidade, ainda que seja de pouquinho em pouquinho. A minha luta é por um mundo mais sustentável, justo e feliz :)


Rodrigo Brayan Borges

Heeeey, me chamo Rodrigo Brayan (avá) - uns me chamam Rodrigo, outros Brayan, mas pode ficar a vontade pro que quiser me chamar hahaha. Sou técnico em Química, recém formado em Gastronomia e sou apaixonado por trabalhos voluntários. Desde pequeno, até mesmo pelo histórico de onde eu morava, sempre fui voltado para as questões ambientais; no próprio ensino médio, nos projetos da faculdade. Então fazer parte do Greenpeace, pra mim, era algo que eu já queria tanto desde criança que, quando aconteceu, eu nem fiquei tão surpreso, porque era como se fosse apenas a concretização do que eu esperava há tempos. Acompanho o Green mais fortemente desde 2013, onde tentei participar e não havia grupo no Ceará. Nesse meio tempo, fui participando de outras ongs, onde faço parte até hoje. E, em 2017, junto com outras pessoas, criamos o que é hoje o Greenpeace Fortaleza.