Protesto pela campanha Fortaleza Pelas Dunas

A campanha Fortaleza Pelas Dunas foi idealizada pela parceira do Greenpeace Fortaleza com o Instituto Verdeluz, SOS Cocó e com o Engajamundo, e hoje conta com o apoio de várias instituições/movimentos ambientais. Com o intuito de proteger as últimas dunas de Fortaleza, a campanha foi dividida em etapas, e a primeira delas é a aprovação do Veto Popular das Dunas do Cocó. O projeto veta qualquer construção, exceto as de utilidade pública ou de interesse social, em duas áreas de dunas, alvos da campanha. O Veto está na prefeitura de Fortaleza desde 2012, esperando apenas a boa vontade do prefeito de apenas encaminhar o mesmo para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Esse tipo de veto deve ser aprovado em referendo popular, onde toda o eleitorado do município deve votar a favor ou contra, mas o Prefeito Roberto Cláudio está segurando o Veto e impedindo da população exercer seu direito. Tendo em vista isso, nesta terça-feira, 07/08, o Greenpeace Fortaleza participou de um ato de protesto em prol da campanha Fortaleza Pelas Dunas, juntamente com outras instituições/movimentos ambientais de Fortaleza. O protesto iniciou na Praça do Ferreira (ícone histórico da cidade), e terminou, após uma passeata, no Paço Municipal. Em uma tentativa de apaziguamento, a Prefeitura propôs uma reunião para hoje, 09/08, com um representante da Coordenadoria Especial de Articulação Política, e por ser um ato pacífico e que buscava uma solução pacífica foi aceita a proposta. Hoje pela manhã, uma secretária do órgão, ligou para um dos representantes informando que a reunião fora cancelada e sem previsão de nova data. O Greenpeace Fortaleza encaminhou no dia 31 de julho, um ofício para o Gabinete do Prefeito solicitando uma audiência para tratarmos do Veto, e foi dado o prazo de resposta até o dia 06/07 (segunda-feira) à tarde, mas até hoje não houve resposta (com ligações diárias para o órgão). Está claro que a Prefeitura não quer um acordo.